sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Writing @nuvola... #newbook :) Já tinha saudades vossas!



(...) A Maria do Mar falava-lhe das marés! De como as ondas andavam grandes e animadas com a chegada das tempestades e dos peixinhos mais pequenos que procuravam as águas quentes e calmas para passar o inverno.   (...) O Manel viajava com o olhar para fora da sua Lua e imaginava como seria se ele próprio fosse para outras paragens   

(...) decidiu ir falar com o João do Céu. O seu grande amigo que vivia numa nuvem mesmo ali ao lado e que, ao contrário dele, vibrava com a chegada do inverno, "porque o vento", dizia, o levava sempre para "lugares surpreendentes e nunca acordava no mesmo sítio".


Aqui está uma "espreitadela" nesta nova história... Tinha tantas saudades vossas João do Céu, Maria do Mar, Manel da Lua e Margarida do Campo :)) 



terça-feira, 26 de janeiro de 2016

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

A pé na Tower Bridge. Qualquer dia vamos lá acima!





O sol depois do nevoeiro



2016 não arrancou da melhor forma. Os dias de nevoeiro e chuva custaram a passar. Trouxeram preocupações e algumas angústias. O sol tardava em aparecer. A espera não foi fácil!

Obrigada Lisboa por este "até já" com uma manhã de sol à espreita! Para a próxima quero ver-te sempre assim :)


Finally! First run in the park in 2016 :)

Agora sim... #halfmarathontraining :)

Hoje votamos aqui! Mas fomos poucos...



Fomos poucos! 

A abstenção acompanha os portugueses dentro e fora de fronteiras e, em cerca de mil e trezentos recenseados, penso que não visitaram o consulado português em Londres durante o fim de semana mais de 400 pessoas. Não faço ideia dos números oficiais, espero estar enganada! Mas acredito que 400 será ainda até um cenário otimista.

A incompreensão, (a minha, claro está!) começa logo na análise de outros números... Estão inscritas 220 mil pessoas no consulado português em Londres. 

Ok! que algumas vão votar ainda a Portugal? É possível! Que outras não puderam ir votar por razões mais que válidas? Claro que sim... mas há 218 mil (e picos) que não estão recenseadas e que, por isso, não podiam nunca sequer ter votado por estas bandas.

Não me levem a mal! Cada um toma as suas próprias decisões e ninguém tem nada a ver com isso, é um facto! 

Mas depois custa-me um bocado ouvir os emigrantes sempre a servir de arma política para tudo e para nada, da direita à esquerda, porque estamos "presos" cá fora a suspirar por Portugal a cada segundo!

Ora se em 220 mil queriam votar mil e só votaram, ou só puderam votar, por hipótese (otimista, insisto!) 400.... 

...é fazer as contas!!!


PS - Eu n gosto de politiquices mas confesso que isto do "vota não vota" se me embulha o estômago e tenho de escrever para "desembrulhar" :). Aqui está um post que escrevi em 2011. Uma carta aos meus filhos sobre a importância do voto, para quem quiser ler e partilhar - Uma história que é coisa séria 


Uma boa semana para todos!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

A logistica da meia noite

Eu nao adoro a festa do fim do ano! E nao e porque alguma coisa chega ao fim ou porque tenho medo de um recomeco, simplesmente a "festa" em si chateia-me!

Chateia-me ter de esperar pela
Meia noite, chateia-me ter de engolir doze passas a meia noite, chateia-me ter de desejar bom ano a toda a gente a meia noite, ter de me por em cima de uma cadeira a meia noite... Enfim! Chateia-me a logistica da meia noite. 

Prefiro festejar horas a fio, passar a meia-noite da australia, da china, do japao, do Brasil! Comer 24, 36 ou 48 passas e pedir quantos desejos eu quiser.

Gosto de desejar bom ano dia 1, 2, 3 e 4, de planear estrategias para concretizar os desejos durante a primeira semana de janeiro e de, finalmente, arrancar o ano com menos logisticas, menos confusoes (e menos quilos) quando o ano ja tem pelo menos quinze dias.

Pode ser preguica da minha parte, ou apenas mau feitio, ou so cansaco e muito acucar e hidratos de carbono no sangue. Mas eu comeco mesmo a gostar do ano novo quando tudo acalma, quando tenho tempo para respirar fundo,  quando as refeicoes nao se colam umas as outras, quando as conversas tem mais tempo para acontecer. 

Por isso, e agora q o ano ja tem dois dias e as estrategias estao no forno ;) Um bom ano a todos! Cheio de saude, muitos sorrisos, paz, muita paciencia e noites bem dormidas :)